TRABALHISTA - Benefício a trabalhadores informais deve subir para R$ 300

Publicado por Sitecontábil em 26/03/2020

O governo pretende aumentar o valor do auxílio a trabalhadores informais e autônomos de baixa renda de R$ 200 para R$ 300, de acordo com o secretário de política econômica, Adolfo Sachsida.

O benefício está dentro do pacote anunciado na semana passada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para tentar mitigar os impactos da pandemia de coronavírus na economia.

Ao anunciar que esses benefícios seriam pagos no valor de R$ 200 na semana passada, o governo estimou um gasto de R$ 15 bilhões com o auxílio emergencial. Permanecendo o mesmo alcance dessas ações, a elevação do valor para R$ 300 elevaria a despesa a R$ 22,5 bilhões.

A equipe econômica do governo tem dito que as medidas têm sido liberadas aos poucos, devido a rapidez com a qual tem mudado o cenário. Mais anúncios são esperados para os próximos dias.

Trabalhadores informais

De acordo com Guedes, 38 milhões de brasileiros trabalham na informalidade hoje em dia. Segundo o ministro, são brasileiros que estão vendendo cocada nas ruas, flanelinhas e autônomos.

"Uma turma valente que está sobrevivendo sem ajuda do Estado e agora precisa de recurso", afirmou, lembrando que essas atividades informais devem sofrer uma queda abrupta neste momento de contenção do Covid-19, já que as pessoas estão sendo orientadas a ficarem o maior tempo possível em casa.

 

Os beneficiados serão selecionados pelo Cadastro Único do governo federal. Segundo o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, muitos informais são registrados no banco de dados, mas não recebem nenhum benefício assistencial, geralmente por terem renda acima do máximo permitido.

Compartilhar no Facebook

Cadastre-se em nossa Newsletter.
Fique atento as novidades!

Av. Graça Aranha, 416 – Grupo 1002 – Centro – Rio de Janeiro / RJ (21) 2222-3426 contato@bluecapital.com.br

Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados - Midia Marketing